Home Institucional Graduação Pós Graduação Cursos Livres/Extensão Acadêmico OnLine Contato
 
Encerramento de Curso “A Reconstrução do Eu através da Inteligência Espiritual" - Turma 3 no dia 04/08/2015.   

    
Encerramento de Curso “A Reconstrução do Eu através da Inteligência Espiritual" - Turma 3 - O ceremonial aconteceu no dia 04/08/2015 no Centro de Formação do Seminário São José e contou com a presença de autoridades e convidados.
 
 
Discurso da aluna Lillian Fernanda Gonsalez em nome da Turma:
 
 Hoje findamos mais um ano de uma linda viagem ao nosso interior profundo. Buscamos nossas mazelas, descobrimos nossas fraquezas, ficamos vulneráveis. Expusemos um pouco das nossas histórias, nos envergonhamos em alguns momentos e procuramos limpar a casa.
 Somos felizes porque hoje, certamente somos um pouco melhores. Descobrimos também nossas fortalezas, nossas maiores qualidades, e nos identificamos únicos justamente por fazer parte deste pequeno grupo. Batalhas como essas, travadas consigo mesmo, são poucos que tem a coragem de enfrentar.
 Hoje somos melhores para fazer a diferença, primeiro em nossa própria vida, depois na vida de todas as pessoas que nos cercam, em nossos lares, em nossas empresas, em nossas famílias, na sociedade, no mundo.
 Aprendemos a ser luz no mundo, sal na terra. Daqui por diante levaremos cor e sabor junto de nós, onde quer que a gente vá. Vamos colorir o mundo ao nosso redor, assim como esses professores nos ensinaram a colorir a nossa própria história. Vamos reescrever um futuro que tem tudo para ser brilhante.
 Tantos professores passaram, e somos muito gratos a cada um deles. Cada um com seu jeito de ser nos ensinou alguma coisa. Alguns ensinaram com palavras, outros com olhares, outros com gestos, outros com suas próprias histórias de vida. Nosso muito obrigada aos professores que se dispuseram a colocar todo o seu conhecimento ao nosso alcance.
 Porque com eles nós aprendemos. Aprendemos que antes de tudo é preciso SER. Viemos aqui procurando o saber, e saímos desejosos do SER. Quem dera se pudéssemos levar absolutamente todo o conhecimento adquirido, e praticá-lo e vive-lo em sua íntegra. Mas aprendemos também a conviver bem até mesmo com as nossas limitações. Portanto cada um leva na alma aquilo que foi mais importante e transforma a sua vida conforme a sua própria necessidade. Certamente iremos lembrar dos ensinamentos armazenados na hora que precisarmos deles.
 Hoje sabemos que muitas vezes nos escondemos atrás de nós mesmos, disfarçamos para o mundo quem somos de verdade numa ânsia de ser bem aceito, de se sentir acolhido. E devido a esta compreensão de nós mesmos deixamos cair as máscaras pelo caminho, saímos de trás das sombras para nos arriscar numa vida mais verdadeira, mais autêntica. Passamos a acreditar que o mundo irá nos aceitar como somos quando aprendermos a nos aceitar em nosso íntimo, em nossa profundidade.
 Para isso, durante o dia lembramos de parar um pouquinho, de prestar atenção em nossa respiração, de olhar para os lados e perceber a profundidade nas pessoas, a beleza nas coisas. Vemos que o agora é só o que temos e que não há nada além disso, ou antes, ou depois, ou no passado, ou no futuro. Vivemos a plenitude do dia-a-dia, onde cada dia é único e maravilhoso, ainda que se esteja praticando a mesma atividade cotidiana há uma nova maneira de fazê-la, uma nova forma de compreendê-la, um novo olhar. Somos pessoas diferentes todos dias.
 Escolhemos bem porque sabemos que cada escolha é importante. Escolhemos nossas palavras, nossos pensamentos, nossos sonhos. Escolhemos não nos incomodar demais, não nos preocupar excessivamente. Tomamos as rédeas de nossas vidas e nos responsabilizamos pelo
 nosso futuro. Sabemos que tudo depende de nossas escolhas e procuramos fazer o nosso melhor para escolher bem.
 Porque como já dizia o filósofo Jean Paul Sartre, “O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós fazemos do que os outros fizeram de nós.”
E com o tempo vamos subindo numa escala que mede aquilo que é imensurável. E vamos fazendo do nosso mundo um mundo um pouco melhor, mais feliz, mais agradável. Vamos criando a nossa própria história como um escritor que escreve com o lápis do conhecimento, a borracha da fé, e o colorido da esperança.
 Hoje somos pessoas mais espontâneas, percebemos melhor a nós mesmos e aos outros, cooperamos, socializamos e vamos crescendo a cada dia. Temos um poder interior que nos leva para cima, que nos impulsiona a continuar lutando. Continuamos sendo frágeis, caímos, mas agora aprendemos como levantar. Somos pessoas mais resilistes. Somos capazes de nos reestruturar e de ser o maestro da orquestra da vida.
 Questionamos, racionalizamos e percebemos coisas que talvez outros não percebam, somos mais sábios. Estamos dispostos à servir. Existe compaixão em nós, acreditamos na humanidade, somos luz.
 E tudo isso somos sim, talvez por alguns minutos, talvez por algumas horas, ou talvez todo o tempo. Quanto tempo dura este estado de elevação em cada um de nós não é importante, o importante é que ele está sendo trabalhado. Certamente já sentimos em nossos corações cada uma dessas coisas, algumas permaneceram, outras logo se foram.
 Com o tempo aquilo que é bom vai crescer em nós porque agora aprendemos o caminho, sabemos por onde seguir, qual estrada tomar. Caminhamos não mais como perdidos, mas como sábios, e sabemos que ainda há muito para aprender, temos tantos livros para ler, tantos defeitos para moldar, tanto conhecimento para adquirir.
 Neste vasto mundo somos mais um ser humano, porém viemos para fazer a diferença, viemos para auxiliar outros seres humanos, para sermos felizes e para fazermos feliz. Viemos para amar, mas amar em plenitude, viemos para sorrir, mas para sorrir verdadeiramente.
 Que esta escola que nos deu a oportunidade de aprender todas essas coisas, e que esses professores que doaram um pouco de suas vidas para nos ensinar, sejam agraciados com a luz da nossa gratidão e que muitos corações ainda possam ser tocados, e que muitas vidas ainda possam ser mudadas através deste canal de graça.
 Ainda existem muitas pessoas boas neste mundo, há instituições maravilhosas que só fazem praticar o bem, construir uma sociedade melhor onde nós possamos viver e conviver em paz e harmonia. Como o mundo está sedento de lugares assim, como as pessoas estão sedentas de conhecimentos como este. É impressionante como a união da espiritualidade e do conhecimento produzem resultados fantásticos.
 Quisera eu poder manter as portas desta faculdade abertas para sempre. E ainda poder ajudar a construir junto com eles. Dar aulas num ambiente como este realmente é um sonho. E aproveito para colocar aqui um pouco do coração de cada um que faz parte desta história que a Famipar construiu. Se depende de nós meus queridos colegas, e dos nossos pensamentos positivos, pensemos nas portas abertas por gerações a se seguir. Se depende da nossa espiritualidade meus queridos, pratiquemos aquilo que aprendemos. Se depende do mundo material, tomemos, a cada dia, mais consciência dele, para que ele seja exatamente aquilo que gostaríamos que fosse. A força não está em uma única pessoa, mas num grupo de pessoas que deseja a mesma coisa, e que juntos são capazes de escrever uma grande história.
 Temos que ter fé, neste nosso mundo lindo, o solo que a gente pisa é sagrado, as pessoas com quem a gente convive levam o sagrado dentro de si. Poder enxergar isso é encantador, é maravilhoso, é recompensador.
 Que esse sagrado que há dentro de nós, que essa espiritualidade trabalhada, seja cada dia mais transparente para o mundo e que com as nossas atitudes, com o nosso silêncio, com as nossas palavras possamos levar paz, harmonia e amor a aqueles que já estão a esperar.
 Há sempre um novo começo, todos os dias uma nova oportunidade, cada etapa um novo desafio.
 Hoje fechamos aqui mais um lindo ritual de passagem nas nossas vidas. Mais uma etapa cumprida, fizemos o que tinha que ser feito. Que a próxima etapa que vier seja ainda mais feliz, regada à novos comportamentos, novas atitudes, novos pensamentos e sentimentos. Tudo novo para o nosso novo mundo. E que venham novos desafios, novas pessoas, outras experiências. Fomos moldados durante este ano que se passou e certamente ficará na memória muitos bons momentos e a enorme satisfação de quem estava por aqui e sentiu no coração a grandeza da transformação.
 Existe uma grande diferença entre saber o caminho e percorrer o caminho. Então percorramos este caminho meus amigos com a certeza de que é possível chegar lá.
 Lembrando-se sempre do importante ensinamento de Jung. “Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana seja apenas outra alma humana.”
 

 
FIES PROUNI COLAP CPA Trabalhe Conosco Parceria Links de Interesse
Ir para Home